7 falsas indicações da cesária

Nessa vida, o que não faltam são mitos sobre o parto das mulheres. Sempre tem aquela tia, vizinha, amiga, para dar um palpite para a gestante, que já está cheia de dúvidas, medos e inseguranças.

E quando se fala em cesariana, aí que surgem alguns absurdos. Abaixo, segue uma lista com 7 falsas indicações do parto cesáreo. Confira:

Uma vez cesariana, sempre cesariana.

Se por algum motivo a mulher teve um parto cesáreo na primeira gestação, nada impede que ela tenha o parto normal nas próximas gestações.

🔸Bebês com mais de 4kg

São vários os fatores para se considerar um bebê “grande”. Isso envolve a estrutura da mãe, sua largura da pelve, entre outros. Mas só o tamanho não impede o parto normal.

🔸Mulheres com trombofilia

Se diagnosticada antes da gravidez, a trombofilia pode ser tratada com anticoagulante e não impede o parto normal.

🔸Após 40 semanas

Quando passa das 40 semanas, os cuidados devem ser aumentados, já que a placenta “envelhece” e reduz a troca de oxigênio e nutrientes entre mãe e bebê. Mas ainda é possível realizar o parto normal.

🔸Acima dos 40 anos

O parto normal é possível independente da idade. É claro que cuidados extras deverão ser tomados, mas a idade não é indicativo para parto cesáreo.

🔸Diabetes gestacional

O descontrole da diabetes é uma condição grave em gestantes. O parto normal segue como primeira opção e o monitoramento médico deve ser frequente.

🔸Cordão umbilical enrolado no pescoço do bebê

Claro que cada parto é um parto, mas casos de bebês com circular de cordão umbilical podem sim nascer de parto normal.

Dr. Domingos Mantelli
Ginecologista, Obstetra, Papai da Giulia e da Isabella!
CRM-SP: 107.997 | RQE: 36618

Comece a digitar e pressione o Enter para buscar