Crescimento de gastos dos brasileiros com streaming chega a quase 14 pontos acima da média global – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Crescimento de gastos dos brasileiros com streaming chega a quase 14 pontos acima da média global

Pesquisa revela que 61,6% dos consumidores locais registraram aumento de custos com entretenimento e serviços ligados à tecnologia neste ano

O isolamento social e outras características trazidas pela pandemia levaram a uma elevação natural nos gastos das pessoas com o uso do streaming. Este foi um fenômeno registrado em todo o mundo, mas os brasileiros experimentaram esta mudança de comportamento de consumo com maior intensidade. De acordo com um estudo realizado pela Bare International, maior fornecedora independente de pesquisa de experiência do cliente, dados e análises para empresas em todo o mundo, 47,7% das pessoas residentes em outros países assumiram ter aumentado seus gastos com entretenimento e serviços baseados nesta tecnologia em 2021. Já no Brasil este patamar alcançou a casa dos 61,6% dos entrevistados.

A gerente geral da Bare Brasil, Tânia Alves chama a atenção ainda para o fato de que em relação ao ano passado, a média global de crescimento nos gastos subiu dois pontos percentuais, passando de 45,7 para 47, 7%. Já no território nacional o aumento foi de 4,5 pontos, saltando de 57,1% para 61,6%. O levantamento intitulado “Como a experiência do cliente mudou nos tempos de COVID”, questionou aos participantes sobre como os seus gastos mudaram com a pandemia em 10 segmentos: educação, vestuário, seguro, bebida, saúde (incluindo suplementos), cosméticos, eletrônicos, bem-estar, alimentação e entretenimento online. Somente 13,54% dos entrevistados afirmaram terem reduzido os gastos com o produto. “Uma das explicações para este destaque obtido pelos brasileiros neste aspecto talvez seja o fato de as condições impostas pela pandemia terem coincidido com o lançamento de uma grande variedade de novos produtos e serviços de streaming no país no período”, diz. 

O americano Kevin Porter, criador e um dos sócios da plataforma de streaming Fluenflix, concorda com a tese de que outros fatores também colaboraram para o crescimento dos gastos dos brasileiros com a tecnologia neste ano. “No nosso caso, por exemplo, com o avanço da vacinação nos EUA e na Europa, as pessoas estão começando a vislumbrar a possibilidade de voltar a viajar para o exterior. Em função disso, temos notado um aumento significativo da procura dos nossos serviços para acelerar a fluência no idioma inglês”, diz.

A startup criou uma metodologia baseada em jogos, filmes e atividades criativas para o ensino do inglês disponibilizada por meio de streaming. As dinâmicas da plataforma foram desenvolvidas para aprimorar as habilidades de escuta e compreensão, além de acrescentar novas palavras ao vocabulário e melhorar a pronúncia. São trechos de, no máximo, cinco minutos de filmes ou episódios de séries, com legendas. Após assistir, o aluno tem a oportunidade de participar de quizzes e outras ferramentas de gameficação que demonstram o nível de aprendizado adquirido em cada exercício.

Com relação à educação internacional, a pesquisa da Bare detectou um aumento de 29% para 31,1% na média global.  Já no caso do Brasil, o movimento de alta neste quesito foi ainda  maior, saltando de 25,5% para 30,8%. O estudo escutou 2.370 pessoas em todos os continentes em 2021 e 1.333 em 2020.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *