Pescoço e colo: principais diferenças entre essas regiões – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Pescoço e colo: principais diferenças entre essas regiões

A dermatologista Cláudia Merlo explica as especificidades e indicações mais adequadas para cada área
Apesar de estarem próximas e terem algumas características em comum, essas duas regiões do corpo não podem ser consideradas ‘iguais’ à face. Por isso também precisam de cuidados específicos de acordo com as suas particularidades. “O pescoço e colo fazem parte do processo de envelhecimento assim como o rosto,” explica Cláudia Merlo – médica pós-graduada em dermatologia e medicina estética pelo instituto BWS. A médica destaca ainda que logo na junção entre face e pescoço é possível perceber essa diferença, já que muitas pessoas focam em tratamentos faciais preventivos e esquecem de manter cuidados simples, tais como skincare e proteção solar, com essas partes do corpo.

Papada x Flacidez do pescoço

A papada é uma das maiores queixas relacionadas ao pescoço. E sua causa é um fator de grande confusão. “As pessoas acreditam ser flacidez a principal responsável, mas não necessariamente esse é o diagnóstico. Em diversos casos a papada está mais relacionada com um acúmulo de gordura na região. Pode haver sim um pouco de flacidez, até mesmo decorrente desse aumento de volume, mas é preciso tratar primeiro o excesso de gordura que possa existir na área, para depois ficar mais fácil identificar a real necessidade do uso de alguma técnica para flacidez.”

Também existe a questão muscular, que interfere na sustentação das demais estruturas dessa região e pode acentuar a papada. “Esse tipo de incômodo pode ser decorrente de uma junção de fatores, assim como seu grau e intensidade. Por isso uma avaliação médica é imprescindível para a indicação do tratamento correto,” afirma a médica.

Além disso, algumas características anatômicas também ressaltam a papada. “Pessoas que possuem a projeção do queixo mais curta ou mandíbula pouco marcada podem ter uma percepção da papada de maneira mais acentuada, mesmo que ela não exista. Sendo assim, ao definir contorno da mandíbula e do queixo já é possível melhorar ou até solucionar a questão da papada.” A dermatologista destaca ainda que esse suporte pode ser feito com o próprio ácido hialurônico.

Entre os tratamentos recomendados para papada, doutora Cláudia indica o ultrassom microfocado como um dos mais eficientes. “Além de ser um procedimento minimamente invasivo, melhora a sustentação muscular, compacta a gordura e ainda estimula o colágeno, tratando diversas frentes.” Mas a especialista lembra: “Uma papada mais acentuada necessita de procedimentos mais significativos.”

Flacidez de Pescoço e Colo

A flacidez é uma das principais reclamações em relação a essas áreas. Essa condição acaba sendo evidenciada e tem ligação direta com a textura e a maleabilidade da pele do pescoço e até do colo. “Apesar de vermos a pele como um todo, diversas regiões do corpo apresentam uma epiderme ‘diferente’, com características próprias e adequadas para as funções que essas áreas desempenham. No caso do pescoço e colo a pele é mais fina, justamente para permitir uma maior mobilidade, assim essa parte do corpo tende a ter mais flacidez.”

Outra reclamação bem frequente está relacionada com rugas e até manchas. “O pescoço também apresenta linhas de expressão, assim como o rosto, decorrentes de movimentos repetitivos”. Marcas causadas por má postura, principalmente decorrentes da permanência por longos períodos com a cabeça inclinada para baixo – o que pode ter relação com o uso inadequado e intenso de computadores e celulares – já ganharam até nome específico. “Teck Neck são rugas horizontais que estão presentes até em jovens que pela idade não deveriam apresentá-las, sendo bem perceptível o local da marcação durante o uso de certas tecnologias”.

No caso de flacidez no colo e rugas do sono, os bioestimuladores são excelentes opções e a combinação de peeling com laser fracionado é mais eficaz para as rugas já formadas. “Além da importância dos cuidados de skincare sempre serem estendidos para o pescoço e colo, como forma de prevenção e manutenção dos tratamentos.”

Não esqueça do skincare

Em relação aos cuidados com o pescoço e colo – sendo que a recomendação abrange qualquer área do corpo – um dos passos mais importantes é o de continuidade. E é nesse momento que entra o skincare. “Durante a aplicação de qualquer produto, é mais proveitoso passá-lo massageando a área de aplicação. Sempre com movimentos ascendentes, já que o próprio envelhecimento estimula a queda.” Ainda se tratando de skincare, é interessante se preocupar não só com a importância da aplicação dos produtos no pescoço e colo, mas também com a limpeza dessas regiões. “Aplicação de água micelar nessas áreas para retirar os cosméticos e excesso de protetor solar também é necessária,” diz doutora Cláudia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *