Casa própria: vale a pena investir em um terreno para realizar esse sonho? – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Casa própria: vale a pena investir em um terreno para realizar esse sonho?

Especialistas apontam 5 vantagens de começar do zero, entre elas economia e baixo risco
Muita gente sonha com a casa própria, mas na hora de partir para a ação uma série de incertezas podem virar obstáculos para essa realização. Uma das principais dúvidas é: vale a pena investir em um terreno e construir ou é melhor optar por um imóvel pronto? A segunda opção parece trazer mais segurança, enquanto a primeira oferece desafios como escolher o local ideal, fazer um projeto e executá-lo e aguardar até que tudo fique pronto. Mas começar do zero tem muitas vantagens, porém essa decisão exige calma. É preciso levar alguns fatores em consideração como: o valor disponível para investir e em quanto tempo o futuro proprietário quer ocupar o novo imóvel.
Cálculos feitos, paciência administrada, mas ainda falta coragem diante das dificuldades e incertezas naturais de qualquer início? Conhecimento e boas ideias ajudam nessa missão, por isso separamos cinco vantagens que provam que investir em um terreno pode ser um excelente negócio. Confira:
1.       Construir conforme a necessidade
Nem sempre conseguimos encontrar o imóvel perfeito. Por isso, entre as vantagens de investir em uma construção do zero está a personalização do projeto, aliada à facilidade de montar um ambiente que atenda a todas as necessidades. Além disso, ao participar de todos os processos da obra, você terá um conhecimento amplo das instalações, como água, gás e energia. Caso você não possa construir o imóvel do tamanho que você imaginou logo de início, é possível criar o projeto já prevendo a expansão. Como, por exemplo, um segundo andar ou ainda um anexo.
2. Investimento de baixo risco
Comprar um terreno é um investimento seguro e de baixo risco. Como não há construção no local, o terreno pode ser usado posteriormente  para diversas finalidades.
3. Qualidade e economia
Ao construir um imóvel do zero, você consegue, muitas vezes, economizar até 30% do seu orçamento. Além disso, você escolhe o material de sua preferência e, assim, define a qualidade da construção. Desde o cimento, passando pela instalação hidráulica, até chegar em detalhes como trincos de portas e janelas. Sem contar que ainda tem a possibilidade de garantir que tudo seja produzido com atenção e acabamentos caprichados.
4. Valorização
A valorização do lote se dará tanto pela construção no próprio terreno quanto pela expansão dos empreendimentos na vizinhança. Ou seja, à medida que novas construções, como lojas e outros comércios, surgirem em seu entorno. Por isso, uma boa ideia é investir em regiões que são vetores de crescimento, como apostas para o futuro. Geralmente são bairros planejados, já com áreas comerciais e muito potencial de crescimento e de valorização.
5. Pagar menos em uma região valorizada
O terreno apresenta um valor de compra menor do que imóveis construídos, se tornando a chance perfeita para quem deseja estar presente em uma boa região pagando menos. Além disso, é um grande diferencial poder ter a liberdade de escolha, ao decidir o melhor local para construir o seu futuro.
O Alínea Vale dos Vinhedos, em Caçador, o Bosque Imbituba e o Alínea Vivendas Braço do Norte oferecem todas essas vantagens. Com localização estratégica, os loteamentos têm ruas pavimentadas, rede de abastecimento de água e energia elétrica, drenagem pluvial, iluminação pública e área de lazer. Com três décadas de atuação no setor, a Alínea Urbanismo está presente em 18 cidades e 2 estados e já é uma marca reconhecida no mercado pela qualidade dos empreendimentos entregues. Recentemente, a empresa, com sede em São José, na Grande Florianópolis, fez investimentos significativos no Sul do Estado. Além de Imbituba e Braço do Norte, está presente também em Tubarão, e já prepara o lançamento de um novo empreendimento com 1300 lotes, no sul do Estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *