Pés saudáveis e calçados sem contaminação: 5 dicas de higienização – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Pés saudáveis e calçados sem contaminação: 5 dicas de higienização

Você sabia que os pés influenciam diretamente na saúde e bem-estar do nosso corpo? São eles que carregam todo nosso peso, e sendo assim merecem atenção especial, principalmente na hora de usar um calçado.

Escolher o calçado ideal para o seu tipo de pé e de pisada é de vital importância para a saúde, pois ajuda a evitar problemas ortopédicos e musculares.

“É claro que costumamos escolher um par de calçados por ele ser bonito, estiloso ou por estar na moda. Mas também é preciso que ele seja, acima de tudo, confortável. O calçado ideal é aquele que, mais do que reunir essas características, proporcione conforto – e, neste caso, conforto é sinônimo de saúde”, alerta a diretora da La Femme, marca referência em calçados flats, Silvia Barboza.

Além da beleza do calçado, é preciso observar que uma má escolha pode ocasionar cãibras, má circulação e dores, entre outros problemas.

Calçados devem ser higienizados

Outro fator importante é a higienização.  Se antes esse cuidado não era tão comum, com a pandemia esse quadro mudou, por conta da preocupação com a contaminação.

Porém, esse cuidado deve ser mantido sempre, pois diz respeito à saúde. Uma higienização adequada dos calçados pode evitar fungos e bactérias causadores de micoses e dermatites.

Sapatos, sandálias e outros modelos são elementos essenciais para compor um look, mas é preciso colocar a saúde e conforto em primeiro lugar.

Assim, se você faz parte do time de pessoas que não gostam de perder um bom par de sapatos e deseja evitar algum tipo de contaminação nos pés, preste atenção nas dicas de cuidados com os pés e calçados que separamos para você.

5 dicas de como cuidar dos pés e calçados

 

1. Priorize calçados confortáveis

Conforto é essencial para manter a saúde dos pés, por isso eles precisam ser do tamanho adequado ao seu número. Além disso, é importante escolher um calçado que proporcione sustentação e amortecimento necessário para cada ocasião, seja no trabalho, na academia ou em um evento social.

Sapatos baixos são escolhas ótimas, pois evitam a sobrecarga na coluna que os saltos mais altos causam. Modelos como alpargatas ou sapatilhas são opções acertadas.

2. Reveze os calçados

Assim como as roupas, sempre existe aquele calçado “de estimação”. Por mais que você goste mais de um determinado modelo, é imprescindível revezar os calçados para evitar que os mesmos pontos sejam sobrecarregados pelo atrito.

O uso frequente de calçados de bico fino pode pressionar os cantinhos das unhas. Portanto, procure revezar entre sapatos de bico quadrado, ou entre outros modelos e alturas.

3. Higienize os calçados

Além do uso frequente de sapatos fechados, outros fatores, como umidade e suor, podem contribuir para o surgimento de odores nos pés. É importante higienizar os calçados diariamente.

Além disso, com o surgimento da pandemia, precisamos redobrar os cuidados a fim de evitar contaminação. O uso de bactericidas é um dos grandes aliados na limpeza dos calçados.

 

4. Higienize os pés

Quando passamos muito tempo com calçados fechados, a tendência é que os pés transpirem e com isso surjam odores desagradáveis.

Para evitar este tipo de problema, procure lavar bem os pés durante o banho, esfregando com sabonete e bucha vegetal a fim de remover todo suor, resíduos e microrganismos. Após o banho seque-os bem, principalmente entre os dedos.

Evite usar calçados fechados por muitos dias seguidos e utilize produtos que auxiliem no combate de odores nos pés e fungos nos calçados – como os bactericidas.

 

5. Hidrate os pés

A área dos pés é uma região que tende a ressecar com frequência. Por isso, especialistas recomendam o uso diário de cremes à base de ureia, glicerina e manteiga de karité. Isso evita rachaduras, descamações e ressecamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *