5 formas de atrasar, prevenir e tratar a doença reumática – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

5 formas de atrasar, prevenir e tratar a doença reumática

Diagnóstico precoce e terapia ocupacional ajudam o paciente a diminuir as dores e manter atividades rotineiras

Quando o assunto são doenças de predisposição genética, todo cuidado é pouco para manter bons hábitos de saúde e diminuir a incidência e intensidade de dores crônicas. E quando falamos das doenças reumáticas, a terapia ocupacional oferece uma gama de atividades funcionais de prevenção e diminuição dos sintomas – após o correto diagnóstico pelo médico e encaminhamento adequado.

As doenças reumáticas incluem a artrose, fibromialgia, osteoporose, gota, tendinite e bursite, febre reumática e artrite reumatoide. É importante lembrar que elas não acometem apenas idosos, como muita gente pensa, e sim todas as idades.

Para a terapeuta ocupacional Syomara Szmidziuk, que tem experiência de mais de 30 anos no auxílio a pacientes com essas comorbidades, é importante iniciar o quanto antes o tratamento para ampliar a qualidade de vida da pessoa. Além de diminuir a dor, a prevenção mantém a capacidade de realizar movimentos e tarefas rotineiras, desde a higiene pessoal até agachar-se e levantar-se.

“As doenças reumáticas são progressivas, mas é possível reduzir seu impacto consideravelmente”, explica. E ainda complementa: “ainda que a dor ocorra, podemos evitar a deformidade física que foi muito comum no passado e ajudar a pessoa a manter funções do dia a dia.”

Veja algumas dicas para isso:

  • Economize a energia das articulações

A regra número um para quem tem tendência às doenças reumáticas é resguardar suas articulações, ou seja: não utilize as mãos, cotovelos, quadris e joelhos de forma desatenta. Um erro muito comum é carregar sacolas apenas com os dedos, você faz isso? Outro equívoco frequente é dormir na posição errada, usar travesseiro alto demais, ler ou ficar ao celular na cama. Atenção para não estressar seu corpo – ele é precioso e “precisa durar muito tempo”!

  • Lembre-se de alongar várias vezes ao dia

Esticar-se entre um movimento e outro é algo simples de adotar (o próprio gato pratica isso muito bem!), e traz grandes benefícios. O alongamento é útil não apenas para adiar a evolução de doenças reumáticas, mas também previne diversas outras complicações.

  • Diagnóstico precoce: fique atento aos sinais de evolução da doença

Para evitar que o processo inflamatório danifique as articulações, é importante procurar ajuda o quanto antes. Alguns dos principais sintomas incluem inchaço, vermelhidão e calor nas articulações (juntas); mãos inchadas; dificuldade para se movimentar; rigidez nas articulações ao acordar; dor noturna nas costas por parte de pacientes jovens; mas também outros menos conhecidos, como olhos avermelhados e secos, além de sensibilidade à luz; boca seca e redução na sensação do tato, entre outros.

  • Capriche na higiene bucal e nem pense em fumar

Por incrível que pareça, as periodontites estão associadas às doenças reumáticas. Então, uma boa higiene oral faz parte dos procedimentos de prevenção. Outra informação importante é que o fumo não só predispõe, como agrava a doença. Cuide-se!

  • Evite a obesidade

Estar acima do peso é um dos fatores que mais trazem complicações à pessoa que desenvolve doenças reumáticas, além de inúmeros outros problemas. O sedentarismo é tão grave quanto os traumas, bem como o estresse, a ansiedade e depressão, além das alterações climáticas bruscas.

Por conta da gravidade, as doenças reumáticas já são a segunda principal causa de afastamentos do trabalho no Brasil, e terceira motivação para a aposentadoria precoce por invalidez.

“O mais importante é evitar que os sintomas piorem rapidamente, e isso é possível com o diagnóstico precoce e tratamento constante e adequado”, explica Syomara Szmidziuk.

 

* Syomara Cristina Szmidziuk atua há mais de 30 anos como terapeuta ocupacional, e tem experiência no tratamento e reabilitação dos membros superiores em pacientes neuromotores. Faz atendimentos em consultório particular e em domicílio para bebês, terapia infantil e juvenil, para adultos e terceira idade. Desenvolve trabalho com os métodos RTA e terapia da mão, e possui treinamento em contenção induzida, Perfetti (introdutório), Imagética Motora (básico), Bobath e Baby Course (Bobath avançado), entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *