Não fazer o número 2 fora de casa? Acabe com o constrangimento! – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Não fazer o número 2 fora de casa? Acabe com o constrangimento!

*Por Guto Cunha

Talvez você já tenha escutado alguém falando a seguinte frase “não consigo fazer cocô fora de casa”, ou você mesmo já passou por essa situação. Muitas vezes essa frase é tratada como brincadeira e gozação, no entanto a dificuldade para fazer o nº 2 em qualquer banheiro que não seja o seu é coisa séria e, se não tratada, pode trazer consequências.

Para muitos essa dificuldade pode ser levada como frescura, mas isso pode ser uma fobia social desencadeada ainda durante a infância por algum trauma ou situação. Em alguns casos, pode ser só uma preferência pelo uso do seu próprio “trono” em casa. Uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde apontou que a constipação intestinal é um desconforto que atinge entre 20% e 30% dos brasileiros, sendo em sua maioria mulheres e pessoas com idade acima de 65 anos.

Se você é do grupo dos que têm dificuldades de atender ao chamado da natureza no ambiente de trabalho, por exemplo, saiba um pouco mais sobre a síndrome e algumas dicas que podem te ajudar a perder o medo:

 

Síndrome do intestino tímido

Muita gente fala em tom de brincadeira sobre a síndrome do intestino tímido, mas o nome correto da doença é parcopresis. Essa síndrome é um distúrbio que causa uma incapacidade patológica ao usar um banheiro desconhecido ou de um local de grande movimentação. Uma das principais causas dessa fobia é a vergonha ou o constrangimento de ser descoberto, seja pelo barulho da descarga, pela demora no reservado ou pelo odor característico das fezes.

Um estudo realizado no Reino Unido pela Sociedade Britânica de Patologia mostra que pelo menos 4 milhões de pessoas sofrem da síndrome só no país. A pesquisa ainda explica que essa fobia pode estar relacionada a algum trauma, principalmente durante a infância e a vida escolar. A timidez ou alguma piada relacionada ao uso do banheiro feita nesse período também podem estar associadas a essa síndrome. A presença de muitas pessoas próximas ou no local do banheiro, no caso daqueles compartilhados com várias cabines, também pode reforçar o medo.

Se o distúrbio persistir mesmo com o avanço da idade, isso pode indicar algum transtorno de ansiedade ou até mesmo algo mais grave como ataques de pânico. Por isso é importante investigar a causa e buscar ajuda de um profissional para evitar problemas maiores. Em casos de ansiedade e ataques de pânico, é indicado fazer um tratamento terapêutico com sessões de psicoterapia para identificar e tratar os gatilhos. Em alguns casos, ter o acompanhamento psiquiátrico e fazer uso de medicamentos como ansiolíticos se faz necessário.

 

Outras causas do intestino tímido

Além da parcopresis causada por fatores psicológicos, não conseguir usar o banheiro fora de casa pode ter também outra causa, como a alimentação inadequada ou uma mudança na rotina – geralmente isso acontece durante viagens. Por conta desses fatores, a pessoa pode até sentir vontade de usar o banheiro, mas acaba não conseguindo concluir, mesmo fazendo força.

 

Riscos causados pelo intestino tímido

Além do surgimento da parcopresis, quem tem dificuldades ao usar banheiros que não sejam os de casa pode acabar desenvolvendo outros problemas de saúde justamente por prender as fezes.

Um dos principais riscos de não usar o banheiro quando se tem vontade é o de ressecamento das fezes, que ficam presas e acumuladas no reto. Esse acúmulo pode causar dores e dificuldades para evacuar. Inclusive, se a quantidade presa no reto for grande, em alguns casos é necessário contar com a ajuda médica para que seja feita uma lavagem.

A retenção de gases e a distensão abdominal também estão associados a ficar prendendo o intestino. Outro risco dessa prática é o surgimento de fissuras anais e de trombose hemorroidária, um tipo grave de hemorroida, em que ocorre a inflamação de veias que até então eram saudáveis.

 

Maneiras de vencer o medo de usar banheiro fora de casa

Medo de alguém entrar, de o papel acabar, do barulho da descarga, da demora ou do mau cheiro são só alguns dos fatores que podem atrapalhar para que você atenda ao chamado da natureza no shopping ou na firma, mas veja algumas dicas que ajudam a perder esse medo aos poucos:

  • Use o banheiro em horários de pouco movimento: uma boa maneira de começar a perder o medo de usar o banheiro fora de casa, principalmente no ambiente de trabalho, é optar por ir em horários de pouco movimento. Outra sugestão é usar banheiros com menor circulação, tipo os de andares mais afastados no shopping ou, no caso do trabalho, em vez de usar o de dentro do escritório.

 

  • Desodorizadores de sanitário: o cheiro que fica no ar é algo que faz com que muita gente fuja dos banheiros compartilhados por medo. Se você também faz parte desse grupo, saiba que os desodorizadores sanitários são ótimos para bloquear e eliminar qualquer mau cheiro. Basta borrifar algumas gotinhas do produto antes de usar.

 

  • Posição correta: usar o vaso na posição correta também é uma ótima maneira de acabar com o medo de ir ao banheiro público. A posição mais indicada é inclinando um pouco o corpo para frente e elevando as pernas por pelo menos 10 cm. Para elevar as pernas você pode usar o cesto de lixo como apoio ou até mesmo uma bolsa ou mochila.

 

  • Playlist: para que você esqueça o ambiente à sua volta e se concentre apenas no que está fazendo, colocar uma playlist com suas músicas preferidas pode ser uma boa alternativa.

 

  • Certifique-se de que o banheiro esteja próprio para uso: outro medo comum de quem não gosta de usar o banheiro fora de casa é em relação à limpeza. Então, antes de usar, verifique se tudo está ok e, se precisar, passe um papel ou forre a borda do assento sanitário. Confira se a porta está trancada, se tem papel higiênico e se a descarga está funcionando perfeitamente.

 

Você imaginava que só conseguir fazer o número 2 em casa era coisa séria e até mesmo uma doença? Com essas dicas, será mais fácil começar a usar o banheiro do escritório ou até mesmo buscar ajuda psicológica.

 

*Guto Cunha é Gerente de Marketing da FreeBrands, empresa criada em 2020 para administrar as marcas FreeCô (primeiro bloqueador de odores sanitários do país), Free Wipes (lenços umedecidos antissépticos) e Free Bite (para alívio da coceira e desconforto causado por picadas de insetos).

Importante
Os textos aqui postados, não refletem necessariamente a opinião do Portal Afina Menina.
Sendo de inteira responsabilidade de seus autores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *