A história do romance no Brasil pelos olhos de Katherine – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

A história do romance no Brasil pelos olhos de Katherine

Que o Brasil é louco por um romance, isso não é novidade. É só ver o sucesso que as telenovelas fazem, desde os tempos das nossas avós. E, na grande maioria, o público desse tipo de ficção é feminino. Com os livros, não é diferente. Pelo contrário, voltam à cena, depois de um período de histórias voltadas para o público mais adulto, os romances adocicados. A jovem escritora Katherine Lauta Leighton explica por que.

O romance é, sem nenhuma dúvida, o estilo preferido das brasileiras. É só ver o quanto, desde que as novelas ainda eram uma atração das rádios, a brasileira acompanha as sagas românticas, as desventuras amorosas, os casais que todo mundo queria ser. “Parece mesmo que as mulheres, no geral, têm uma preferência por enredos que falem de amor”, explica Katherine Laura Leighton, escritora brasileira que se especializou no estilo CHICK LIT.

“O Chick Lit é um tipo de escrita que aborda as questões das mulheres modernas e geralmente são leves, divertidos e charmosos, o retrato da mulher moderna, independente, culta e audaciosa”, enfatiza a escritora, que agora está prestes a lançar seu primeiro DORAMA, um romance com toque asiático. “Sim, lá elas também adoram o romance mais delicado, vamos assim dizer”, revela Katherine.

Katherine lembra que desde o surgimento de 50 Tons de Cinza, o romance feito para mulheres ganhou um ar mais adulto: “assim como em outras áreas, na literatura também temos tendência. Então, o romance adulto virou uma tendência. A febre foi tanta que abriu caminho para outro tipo de romance, mais doce, suave, um contraponto, digamos assim”.

É aí que entra o estilo Chick Lit, um romance mais adocicado, digamos assim, no qual o DORAMA se encaixa perfeitamente. “São histórias com amores mais delicados, onde as demonstrações publicas de afeto são mais singelas e ingênuas, delicadeza e até um certo tom de comédia ou realismo mágico, como anjos que se tornam homens, vampiros que se apaixonam por humanas. Há um público bem nichado que se identifica com essas histórias e é para ele que escrevo”, revela a autora, que está prestes a lançar UM COREANO EM MINHA VIDA pela Amazon Kindle.

 

Sobre os DORAMAS

Os Doramas são histórias com começo, meio e fim, interpretadas por atores, contadas em formato episódico e exibidos semanalmente na televisão asiáticas. É como um seriado ou um anime, mas tem uma questão muito importante: são baseadas em romance e drama. Por isso, seu nome deriva da forma como os Japoneses, os primeiros a produzir esse tipo de serie, pronunciam a palavra DRAMA.

A importância é tanta que hoje os Doramas, principalmente os coreanos, conhecidos também como K-drama, têm uma vasta representatividade dentro de catálogos de serviços de streaming, como a Netflix, por exemplo, com produções originais do gênero, e serviços que fornecem apenas produções de origem asiática.

 

Sinopse Um Coreano em Minha Vida

Park Jae Young e Elleanor uma linda necromante, se conheceram na infância e tornaram-se melhores amigos, mas um fato obrigou Jae Young a voltar para a Coreia. Vinte e três anos depois, ele retorna ao Brasil para ajudar seu irmão mais novo. E o reencontro entre ele e Elleanor abre a velha ferida que o atormenta desde que partiu, um sentimento que ele não pretendia despertar, entretanto, ela não está disposta a deixar se perder.  Essa reaproximação trará à tona uma revelação dolorosa e levará Jae Young a sofrer um grave a acidente. Além de ter que lutar para sobreviver ele, entra na fronteira dos mundos, e para sair desse limbo e recuperar sua memória precisará dos talentos de sua linda e amada necromante e da ajuda do ceifador que deveria coleta-lo, caso contrário à vida de Elleanor também estará em risco.

Um drama sobre perdas, encontros e desencontros. Será que o verdadeiro amor vai além das fronteiras da morte?

 

Onde comprar?

Amazon Kindle – R$8,99

 

Onde conhecer?

https://www.facebook.com/KatherineLLeighton

https://www.instagram.com/autora.katherinelaura/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *