Cáries podem até mesmo levar a parto prematuro na gravidez – Afina Menina – Um Portal para todas Nós

Cáries podem até mesmo levar a parto prematuro na gravidez

Especialista explica que as visitas ao dentista devem fazer parte da rotina de exames do pré-natal. Isso porque problemas bucais podem ocasionar várias complicações. Veja como evitá-las e tenha uma gestação tranquila

Logo que descobre a gravidez, a futura mamãe passa a ter cuidados especiais com a saúde. Mas o que nem toda grávida sabe é que, além dos tradicionais exames e do acompanhamento pré-natal, é imprescindível manter uma rotina de visitas ao dentista, durante o período. “A situação bucal da mãe impacta diretamente o bebê. Gengivites não tratadas têm potencial para desencadear um parto prematuro”, alerta Thainara Salgueiro, dentista especialista em Prótese e Implantodontia pela UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora) e embaixadora da S.I.N. Implant System. “É que as inflamações na gengiva liberam citocinas e prostaglandinas, substâncias que estimulam o trabalho de parto”, explica ela.

Aliás, é importante mencionar que a gravidez por si já favorece o surgimento de problemas bucais. Isso porque as alterações hormonais fazem com que haja uma dilatação dos vasos sanguíneos, tornando maiores as chances de inflamações. “Ocorre também a diminuição do fluxo de saliva, o que aumenta a acidez bucal e favorece o surgimento de cáries”, diz Thainara.

As futuras mamães também precisam ter em mente que as cáries são mais preocupantes na gestação. “Existe um risco de as bactérias invadirem a circulação sanguínea da mãe e atingirem o feto, o que pode prejudicar seu desenvolvimento”, alerta a profissional.

Felizmente, para prevenir esses problemas, é preciso, em primeiro lugar, manter a higiene bucal em dia. “São os cuidados básicos: escovação sempre após se alimentar e, ao menos, três vezes ao dia e, ainda, uso regular do fio dental. O fio dental vai ajudar a evitar formação da placa bacteriana e dos problemas gengivais, que têm o potencial de causar sérios danos na gravidez”, completa.

Ou seja, ir ao dentista é fundamental para se evitar uma série de complicações na gravidez. “No geral, recomendamos que as gestantes compareçam ao consultório a cada três meses. Assim que se descobrir grávida, ela já deve marcar a primeira consulta”, recomenda a dentista. “Se for uma gravidez planejada, o ideal é ir logo que iniciar o planejamento”, finaliza.

Além disso, a gestante deve optar por alimentos saudáveis, evitando ao máximo o consumo de doces, para evitar o acúmulo de bactérias na boca. “A mulher deve ter uma dieta balanceada e rica em frutas e vegetais, que são ricos em ácido fólico, um tipo de vitamina B que tem inúmeros benefícios para grávidas”, diz Thainara.

Com esses cuidados, no que depender da saúde bucal, a futura mamãe poderá ter seu bebê com tranquilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *