Banheiro é o principal local de escorregões e quedas – Afina Menina – Um Portal para todas nós

Banheiro é o principal local de escorregões e quedas

Cômodo foi cenário de acidente doméstico que lesionou jogador flamenguista, nesta semana; ABTPé alerta prevenção

Um acidente doméstico resultou em desfalque importante para o time do Flamengo na 37ª rodada do Brasileirão. O volante Willian Arão fraturou o dedo do pé direito em momento de desequilíbrio enquanto estava no banheiro, batendo com a ponta do dedo em um obstáculo.

Quase um quarto de todos os ossos do corpo estão nos pés, responsáveis pelo apoio e locomoção. “Por tratar-se de ossos pequenos, as falanges dos dedos dos pés podem sofrer fraturas com traumas relativamente leves. Estas lesões raramente requerem cirurgia, mas é de suma importância a avaliação e o acompanhamento médico para que o alinhamento do dedo se mantenha adequado”, ressalta o presidente da ABTPé (Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé), Dr. José Antonio Veiga Sanhudo.

“A maioria das fraturas ocorrem ao bater com o dedo em uma superfície rígida, tropeçar em algum móvel ou pelo impacto de algum objeto que caia sobre o dedo. No banheiro, onde aconteceu o acidente com o atleta, o piso molhado e escorregadio é o principal responsável por escorregões e quedas, e como neste ambiente é comum andarmos com os pés descalços, o risco de fraturas é maior”, fala o médico.

Neste cômodo da casa, a utilização de tapetes de borracha, tiras ou dispositivos antiderrapantes são importantes para prevenir acidentes. Outra dica relevante é que saboneteiras e toalheiros sejam instalados de modo que o alcance seja fácil, para evitar a necessidade de ficar se esticando na ponta dos pés.

Idosos necessitam de ainda mais atenção. A instalação de barras de ferro junto ao boxe do chuveiro e vaso sanitário são pontos de apoio para minimizar o risco de quedas. “A recuperação de fraturas nestes locais costuma ocorrer em 4 a 6 semanas e pode ser mais demorada nas pessoas de idade avançada”, conclui Dr. Sanhudo.

Dor, inchaço e hematomas são os sinais mais comuns de uma fratura no pé e servem de alerta para a necessidade de uma avaliação. Ao ter um dedo quebrado, a pessoa pode ser capaz de andar, mas isso poderá agravar a lesão. Em suspeita de fratura, consulte um especialista em cirurgia do pé, que orientará o tratamento mais adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *