São Joaquim, o mais novo polo de enoturismo do Brasil – Afina Menina

São Joaquim, o mais novo polo de enoturismo do Brasil

A maior cidade da serra catarinense está desabrochando para a mais nova paixão dos catarinenses, a do plantio das uvas. Sempre muito reconhecida nacionalmente por ser um polo na plantação de maçãs, as cidades da Serra Catarinense agora voltam seus olhos para os vinhedos, e São Joaquim, no coração da Serra Catarinense, está destoando no quesito.
São muitas as vinícolas ao redor da cidade e, segundo especialistas, o terroir dos mais fantásticos.

Para quem não entende o que é terroir, aí vai uma breve explicação:

Terroir é um conjunto de fatores que colabora na elaboração final de um bom vinho. É uma mistura de componentes como topografia, geologia, pedologia, drenagem, clima, microclima, castas, intervenção humana, cultura, história, tradição. Todos esses fatores juntos, somados, engarrafados, são uma definição de terroir. E nisso a São Joaquim, está se tornando uma mestra. A colonização italiana, somada à altitude, o frio da serra, pouca chuva na hora da colheita da uva, o que faz com que ela mature no pé por mais tempo, aliados a pouca intervenção humana na região faz com que o produto final fique com um toque único da região.
Para quem gosta de vinho, a cidade catarinense é uma ótima opção. São pelos menos 10 vinícolas por lá, que oferecem produtos diferenciados como sunset’s, almoços harmonizados e degustações verticais, que trazem a prova da mesma casta de vinho, mas com anos diferentes de barrica, o que faz uma mudança enorme no sabor final do produto.
Mas a cidade catarinense oferece mais que bons vinhos ao turista que passar por lá.

Veja mais  Sonhar com dinheiro é um bom presságio? Confira!

O frio é um mega destaque, o turismo de inverno é um grande chamariz, quase todo ano neva em São Joaquim, época que as pousadas e hotéis da cidade lotam de turistas atrás do fenômeno.

Já na praça central se vê que o frio faz parte da decoração com bonecos de neve espalhados por ela.

E se você for pra lá no inverno, se prepare, foi de congelar nas madrugadas. Eu estava com 4 cobertas e meu joelho não esquentava por nada de noite.

Então aí vai a nossa dica, procure uma pousada com lareira no quarto para não ter problema.

A cidade também conta com um parque de aventuras, a pousada Snow Valley, além ótimos chalés, oferece tirolesa, arvorismo, e muro de escalada além de um ambiente que remete a cultura norte americana, que se percebe já no café da manhã.

E para os gulosos de plantão, São Joaquim agora tem uma fábrica própria de chocolate, e não é qualquer chocolate, é a tradição do chocolate gramadense que se instalou por lá também. E é uma perdição, a fábrica Chocolates do Bosque faz todos os tipos inimagináveis de chocolates caseiros e a apresentação do produto final é de encantar.
Ou seja, São Joaquim é tudo de bom, gastronomicamente e com um charme no inverno só seu.

Veja mais  Número de idosos em busca de cirurgia plástica cresce no Brasil

E muito próxima de grandes centros, a 6 horas de carro de Curitiba e 3 horas de Florianópolis. Coladinha a menos de uma hora da Serra do Rio do Rastro outro passeio que vale muito a pena conhecer indo pra região.

 


Gostou de todas essas dicas da serra catarinense? O Viaje Mais, fez uma grande expedição pela região, e todo esse material você encontra disponível em nosso canais digitais, Facebook, Instagram e Youtube, sempre com o nome viajemais.tv
Segue a gente lá e não perca, dicas de viagens para todos país.

Até semana que vem, com mais dicas de viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *