Mordida errada dificulta a fala e altera estrutura do rosto. Saiba como tratar – Afina Menina

Mordida errada dificulta a fala e altera estrutura do rosto. Saiba como tratar

A má oclusão (mordida errada) pode causar não só alterações dentárias, dificultar a fala, mastigação, trazer alterações na gengiva e na articulação temporomandibular. Ela também pode alterar o desenvolvimento da face e causar alterações importantes na estética facial. É o que afirma a Dra. Kamila Godoy, dentista, membro da Associação Brasileira de Ortodontia e pesquisadora da Faculdade de Odontologia da USP.

“Essas alterações podem ser identificadas em idade precoce. Antes da adolescência, conseguimos controla-las com a Ortopedia Funcional, que redireciona e organiza o crescimento dos ossos da face. Isso só é possível porque a criança ainda está em desenvolvimento e seus ossos ainda podem ser modificados”, esclarece a dentista.

Veja mais  Lentes de contato dental substituem aparelhos ortodônticos e outros tratamentos para mudar o sorriso? Dentistas dos famosos explicam

Segundo ela, essas alterações faciais são didaticamente divididas em:
Classe I: quando os ossos da face não possuem alterações antero-posteriores, mas em outro plano.
Classe II: quando os ossos da maxila estão à frente da mandíbula.
Classe III: quando a mandíbula está à frente da maxila.

Em algumas situações, a alteração excede os limites do tratamento clínico e uma intervenção cirúrgica se faz necessária. Aí entra a cirurgia ortognática, que é realizada assim que o crescimento ósseo termina. Entretanto, na maioria dos casos, o tratamento ortodôntico/ortopédico funcional consegue redirecionar o crescimento e resolver essas desarmonias.

Veja mais  Disfunção da tireoide na infância pode comprometer o crescimento

“A importância desses tratamentos é grande não só pela questão fisiológica, mas também pela questão psicossocial. A estética da face é importante no desenvolvimento da autoestima e saúde social do paciente”, acrescenta Kamila Godoy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *