Jeri é logo ali! – Afina Menina

Jeri é logo ali!

Olá amigos internautas, estou aqui de volta para contar um pouco mais das minhas viagens, e é claro, enchê-los de dicas valiosas para seus roteiros, porque só quem passou na pele por alguns perrengues em viagens sabe contar tudo, tim tim por tim tim.
O destino escolhido de hoje é o paraíso na terra chamado Jericoacoara. Eu sempre olhava aquele povo chique, tirando aquela foto numa rede dentro de uma água, mega azul, e pensava, quando meu Deus terei a oportunidade de conhecer esse lugar? E ela veio, não do céu, que não cai nada de lá além de chuva e algumas titicas de passarinho as vezes, mas através de planejamento e foco.
As férias de 2018, pode-se dizer, que foram as mais bem planejadas que já tirei na vida. E o destino inicial era a maravilhosa Jeri. A cidade já conta com aeroporto, mas como os voos pra lá são escassos a dica mais valiosa que dou é essa, ir de avião até Fortaleza e locar um carro, no aeroporto mesmo, e partir até Jeri. A cidade fica a 3 horas de carro de Fortaleza, numa estrada boa e sem pedágio. Nós chegamos lá de madrugada, e na ânsia de chegar no paraíso loquei o carro naquele instante mesmo e fui em direção a Jeri. No meio do caminho, por volta das 4 horas da manhã, me deparo com um nascer do sol fantástico, e sim, no Nordeste, principalmente no verão, o sol nasce bem cedinho.
Eu sempre achava que aquela foto na rede dentro da água, era na praia de Jeri, e aí veio a primeira surpresa, é uma lagoa, que por sinal é chamada de lagoa do paraíso. Ela fica em Jijoca, uma cidade há 30km de Jeri e no caminho para ela. Então decidi ir direto na lagoa.
Por ser algo de beleza incrível, a lagoa do paraíso, em seu redor, é rodeada de bares e restaurantes. O melhor deles é o Alchymist Beach Club, isso mesmo, esse nome bem chiquetozo. O local conta com diversos guarda-sóis, bangalôs, e as incríveis redes dentro da lagoa fora um restaurante com uma gastronomia de dar água na boca. E sim, de frente para aquela lagoa azul, verde, amarela, anil, porque ela muda de cor conforme a altura do sol, seus problemas parecem desaparecer. É um cenário fantástico, e sim, parece que estamos no Brasil! Os cenários brasileiros são espetaculares e os estrangeiros os valorizam muito a ponto que em Jericoacoara é uma invasão de gringos por lá.
Na lagoa as suas fotos não têm como saírem ruins, a areia extremamente branca, faz com que a água ganhe uma transparência enorme, e aqui vai mais uma dica, as fotos das 11 horas da manhã até as 14 horas da tarde, deixam a transparência da água ainda mais evidente. No local também pode-se fazer stand up pedal, aquela prancha enorme para você deslizar pela água.
Saindo da lagoa, partimos para Jeri, são 30 km de dunas até a vila, e aqui vai outra dica, se você quiser se arriscar pelas dunas, esvazie os pneus um pouco para ter mais aderência das rodas nas arreais. No meu caso, preferi contratar um guia local para conduzir o carro com segurança até Jeri, e isso custou 50 reais.
Jeri não é permitido andar de carro, todos ficam estacionados do lado de fora da vila, lá dentro, só andam veículos oficiais em algumas poucas ruas mais largas, de resto é tudo a pé mesmo. A vila é pequena, são poucas quadras no meio da areia, mas com pousadas e restaurantes bem estruturados. Alguns quiosques de marcas famosas brasileiras, as vezes parece que se anda em um shopping com areia nos pés.
E lá você encontra desde pousadas mais em conta, com diárias que chegam a no máximo 100, 150 reais para o casal, com café da manhã e piscina. Como hotéis de luxo como o Essenza que, acredite, cada quarto conta com uma piscina privativa na sacada.
O mar de Jeri é bem quente, como da maioria das cidades do Nordeste, você sente frio ao sair da água, devido ao vento que faz na região, venta muuuuito no Ceará todo. Um dos maiores espetáculos do local é acompanhar o pôr do sol de cima da Duna que tem esse nome. Parece um ritual, quase toda a população da cidade sobre a duna para apreciar a aplaudir o pôr do sol, um sentimento de gratidão ao sol, sempre muito generoso com o Nordeste brasileiro. Ah e detalhe, de cima da duna, você vê o sol se pôr na água o que deixa o espetáculo mais lindo.
Jeri tem muitas atrações naturais, tem passeios para nadar com cavalos marinhos, você pode caminhar até a pedra furada um outro local espetacular, onde a moldura da pedra, forma um porta retrato natural da sua foto com o mar de fundo. E você também deve conhecer a arvore da preguiça, que cresceu literalmente deitada na areia.
Enfim, são muitas coisas que esse cantinho do nordeste brasileiro tem a oferecer, e um detalhe importante, em Jeri os preços são um pouco mais salgados que as demais praias, mas se procurar bem, sempre acha algo mais em conta. O que não pode faltar é você não conhecer esse paraíso algum dia da sua vida. Então corre, o Nordeste é logo ali! E se quiser ver tudo isso em vídeo corre no youtube do viajemais.tv e confira o programa todo sobre Jeri na íntegra!

Veja mais  O Verdadeiro Custo do Burnout — e Como Evitá-lo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *