Associação Brasileira de Epilepsia promove ação em estação de metrô de São Paulo – Afina Menina

Associação Brasileira de Epilepsia promove ação em estação de metrô de São Paulo

Utilizando o conhecimento como principal ferramenta de combate ao preconceito, ABE distribui flyers e máscaras em local movimentado da capital

9 de setembro é o Dia Nacional de Conscientização sobre a Epilepsia e, para dar início às comemorações, a Associação Brasileira de Epilepsia vai estar presente nos próximos dias 20 e 21, na estação do metrô da Vila Prudente (Linha 2-Verde), contribuindo com a segurança e conhecimento das pessoas, com a distribuição de máscaras de proteção individual e um flyer com informações sobre primeiros socorros em casos de crises epilépticas.

A ação vai acontecer das 14h às 17h, com a missão de conscientizar a população sobre a doença, ainda cercada de preconceitos por conta da falta de informação. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a epilepsia atinge mais de 50 milhões de pessoas no planeta, com estimativa de que 3,5 milhões não recebem ou não fazem o tratamento adequado. Na América Latina, são quase 8 milhões de pessoas, sendo que 3 milhões são brasileiros.

Veja mais  Obesidade mórbida: a importância da mudança de mentalidade

Segundo a Presidente da ABE, Maria Alice Susemihl, a doença precisa ser melhor discutida e compreendida, principalmente, porque há pessoas que acreditam que a epilepsia é contagiosa. Além disso, é importante saber como ajudar caso encontrem com alguém tendo uma crise epiléptica.

“A epilepsia é uma doença neurológica crônica que pode afetar pessoas de diferentes idades e as crises podem ser causadas por diversos motivos. O objetivo da ABE é fazer com que as informações cheguem a todos, com qualidade e veracidade. Por meio dessa ação, queremos chamar a atenção das pessoas para uma questão que não deve ser deixada de lado mesmo em um momento atípico, em que os olhares estão voltados à pandemia de COVID-19”, afirma Maria Alice.

Veja mais  Tanabata Matsuri Digital 2020 terá cerimônia Xintoísta para queima dos tanzakus com transmissão ao vivo pela internet

A palavra “CALMA”, que simboliza a ação, ganha destaque no flyer que será distribuído. Para Maria Alice, representa a primeira coisa que as pessoas precisam ter quando tiverem que auxiliar alguém que esteja tendo uma crise. “A calma faz parte dos primeiros socorros, porque não podemos ajudar o próximo se estivermos desesperados. Depois, seguindo os procedimentos adequados, ajudamos de fato quem está precisando”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *