Morte por hidrolipo reabre discussão sobre a importância de ter título de especialista – Afina Menina

Morte por hidrolipo reabre discussão sobre a importância de ter título de especialista

Mais um caso de morte em consequência de uma cirurgia estética aconteceu em São Paulo, no último domingo (02/08). Após fazer uma hidrolipo, uma técnica utilizada para retirar gordura do abdômen, a paciente teve os pulmões perfurados e ficou por nove meses internada, até vir a óbito esta semana.

“Ressalto a importância de pesquisar sobre o médico antes de aceitar passar por um procedimento cirúrgico. A cada dia, surgem mais e mais casos. Pesquise sobre o profissional na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que informa se a pessoa tem o título na especialidade. Isso é fundamental para assegurar a saúde e o bem-estar do paciente”, ressalta o Dr. Fernando Amato, médico cirurgião plástico e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Veja mais  Alerta - Corticoide em crianças

O que é hidrolipo – É uma técnica de lipoaspiração que utiliza a infiltração de líquidos contendo soro fisiológico, adrenalina e xilocaína como anestésico. Com a infiltração desse líquido é realizada a aspiração seringa ou aspirador cirúrgico      “O risco dessa cirurgia aumenta com a imprudência em realizar a aspiração de grandes volumes e em muitas regiões. O ideal é sempre fazer o procedimento em ambiente hospitalar, de preferência com a presença de anestesista em sala, mesmo que seja usada a anestesia local. Além disso, muitos médicos não especialistas estão se aventurando fazendo esse procedimento, aumentando ainda mais o risco de complicações graves”, explica Dr. Amato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *