Perder peso e ter uma rotina de atividades físicas pode diminuir o risco de morte por covid-19, revela Sue Lasmar – Afina Menina

Perder peso e ter uma rotina de atividades físicas pode diminuir o risco de morte por covid-19, revela Sue Lasmar

Acompanhe as dicas da diva fitness Sue Lasmar para ter mais qualidade de vida e através da prática desportiva aumentar a imunidade.
Ainda estamos vivendo a pandemia da COVID-19, e apesar de estarmos convivendo com o novo coronavírus desde pelo menos três meses, ainda pouco sabemos sobre ele e não temos ainda uma vacina pronta para imunizar a população. Então a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda o distanciamento social, uso de máscaras, hábitos de higiene reforçados e investir em boa alimentação e a prática de exercícios físicos como formas de prevenir o contágio.

A diva fitness Sue Lasmar, referência mundial neste segmento, aponta segundo as evidências científicas, como ter uma rotina de atividades físicas pode ser benéfica a favor da sua imunidade: “Sabemos que, embora não seja uma cura contra a covid-19, a prática regular de exercícios físicos está associada a uma melhora da função imunológica em seres humanos. Segundo a OMS, ter uma rotina de exercícios físicos otimiza as defesas do organismo diante de agentes infecciosos, o que faz com que pessoas ativas fisicamente têm menor chance de apresentar diversas doenças, como diabetes, hipertensão e outras doenças cardiovasculares, patologias crônico-degenerativas que levam seus portadores a serem considerados de maior risco para a infecção pelo coronavírus.”

Veja mais  Treinos exaustos

Obesos também estão no grupo de risco

Segundo a OMS, A obesidade é uma doença crônica que envolve inflamação contínua do organismo e favorece a debilitação do sistema imunológico: “por isso a prática de exercícios físicos é tão importante, pois ajuda o corpo a reduzir a gordura corporal e eliminar a inflamação que deixa o corpo mais vulnerável contra infecções. Além disso, a obesidade também dificulta a expansão do tórax durante a respiração, diminuindo a capacidade pulmonar desse indivíduo.

Exercícios físicos podem ajudar pessoas do grupo de risco

Com embasamento nas orientações da OMS, Sue Lasmar também pondera que além de seu papel preventivo, o exercício físico também é uma importante ferramenta no tratamento e controle destas citadas doenças, principalmente, nos idosos: “além de serem uma população que em sua maioria está enquadrada no que a OMS chama de Grupo de Risco, merecendo atenção especial, essa população também é a que mais se beneficia da prática de exercícios regulares. Portanto, pessoas ativas, especialmente os idosos, devem ser incentivados a tentar manter seus exercícios físicos, mesmo que sejam necessárias algumas adaptações quanto a locais de prática ou contatos pessoais, procurando sempre prestar atenção às orientações dos órgãos oficiais de saúde.”

Veja mais  Como a termogênese e a cafeína podem auxiliar na preparação para o verão

Como praticar exercícios físicos em tempos de pandemia

Sue recomenda seguir as orientações da OMS e do Ministério da Saúde: “deve-se evitar estar em locais fechados que tenham aglomerações. Infelizmente, por enquanto, a ida a academias, clubes esportivos e similares, precisa ser evitada a não ser que as mesmas tenham uma forma de manter o distanciamento seguro recomendado. Já a prática de exercícios ao ar livre deve respeitar as recomendações de evitar contato próximo de outras pessoas, obedecendo a etiqueta respiratória e higiênica.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *