Segurança em tratamentos estéticos – Afina Menina

Segurança em tratamentos estéticos

Segurança em tratamentos estéticos

Em tempos de pandemia, os critérios na escolha de procedimentos estéticos devem ser maiores

 

Se antes da pandemia a segurança já era importante, agora passa a ser ainda mais.  E isso vale para tudo. Até para compromissos de beleza. Por isso, é importante ter clareza de quais tratamentos estéticos são seguros no momento. De acordo com a dermatologista Fabiana Corio, de São Paulo, o ultrassom microfocado Ulthera é um dos mais indicados para este período, onde os cuidados precisam ser redobrados em relação à saúde e à prevenção de infecções. A razão para isso é que o Ulthera é um procedimento não invasivo, sem a necessidade de agulhas ou cortes, o que aumenta a segurança e a tranquilidade do tratamento. Além disso, um de seus diferenciais é a visualização na tela, que permite enxergar exatamente onde o ultrassom será aplicado, tornando-o ainda mais seguro e eficaz, quando comparado a outros aparelhos.

Este procedimento realiza uma bioestimulação de colágeno em diferentes camadas da pele, conseguindo alcançar até mesmo as mais profundas. O aparelho emite calor com precisão, sem danificar a superfície da pele, para induzir a produção de colágeno pelo organismo. “O Ulthera promove no corpo a restituição do colágeno e remodelação da gordura, devolvendo firmeza e elasticidade à pele. No rosto, promove um efeito lifting e uma melhora do contorno, sem a necessidade de cirurgia. Já, no corpo, leva a resultados promissores no tratamento da ‘gordurinha do sutiã’, do ‘umbigo triste’ e até mesmo da celulite.”

Veja mais  B4A lança e-commerce de beleza com entrega para todo Brasil

O aparelho é muito versátil e tem a possibilidade de aplicação em áreas maiores, como o rosto, e também em regiões menores quando o incômodo é mais específico. Segundo a médica, um exemplo é o protocolo que foi desenvolvido exclusivamente para a área dos olhos, o Brow Lift.  “A aplicação é feita na região das sobrancelhas para efeito lifting, melhorando o seu desenho. É possível remodelar e arquear as sobrancelhas, conseguindo designers diferentes de acordo com o desejo do paciente, além de amenizar o excesso de pele das pálpebras superiores. Pode ser usado também na parte inferior dos olhos, para tratamento de ‘bolsas de gordura’ e rejuvenescimento da pele dessa área”.

De acordo com a médica, o Ulthera ainda pode ser utilizado como forma de prevenção para pessoas que desejam investir num banco de colágeno. “O colágeno vai diminuindo com o passar dos anos e faz parte do processo natural do envelhecimento, podendo ser mais intenso de acordo com a genética e estilo de vida, como uso de cigarros, bebidas alcoólicas e noites mal dormidas. Por isso nessa vida moderna e de muito estresse, é importante termos ferramentas como o Ulthera que devolve o colágeno e a jovialidade de forma natural.”

Veja mais  Preenchimento labial: Dr. Emanuel Bernardino, dentista destaque em harmonização facial, explica detalhes do procedimento que virou febre

Dra.Fabiana explica que após realizar a sessão, percebe-se um pequeno resultado, porém o verdadeiro efeito aparece três meses depois do procedimento. Inclusive, há evidências científicas de que mesmo após esse período ainda existe melhora, no mínimo, por seis meses. Sendo realizada apenas uma sessão por região, a pessoa pode retornar as atividades diárias normalmente, sem precisar de tempo para a recuperação. “Recomendamos fazer uma sessão em cada área uma vez ao ano, para casos de prevenção ou tratamento de flacidez e gordura. Quadros mais extremos de flacidez ou envelhecimento, orientamos realizar uma sessão a cada seis meses.”

 

Sobre a Dra.Fabiana Del Faveri Corio

Formada pela Universidade do Oeste Paulista, em São Paulo. Residência médica e especialização em Clínica Médica pelo Hospital Guilherme Álvaro. Residência médica e especialização em dermatologia pelo HSE. Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *