Mercado de estética cresceu 567% em cinco anos – Afina Menina

Mercado de estética cresceu 567% em cinco anos

Especialista afirma que as pessoas buscam cada vez mais saúde e bem-estar, o que impulsiona o setor

Nos últimos cinco anos, o mercado de estética brasileiro cresceu 567%, segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC). De acordo com o levantamento, o número de profissionais da área aumentou de 72 mil para mais de 480 mil.

“A correria do dia a dia faz com que as pessoas fiquem estressadas, e os cuidados estéticos promovem maior relaxamento, renovando o corpo e a mente. Além disso, cuidar de si eleva a autoestima e evita a depressão, bem como doenças emocionais. Por isso, as pessoas buscam cada vez mais esse tipo de serviço”, afirma a coordenadora do curso de Estética e Cosmética do Centro Universitário Internacional Uninter, professora Vera Lucia Pereira dos Santos.

Veja mais  Papel de parede ou adesivo vinílico? Arquiteta Isabella Nalon explica as diferenças entre os dois modelos

Para 2019, as perspectivas de crescimento são de 1,5% a 2% em comparação a 2018, quando o setor movimentou R$ 47,5 bilhões. “É um mercado promissor, que existe desde antes da era cristã e que só cresce. A tendência é que continue ascendendo, com novas criações no mundo da cosmética e farmacêutica para a conservação da pele, aparência jovem e vida saudável. Para obter essa tríade, faz-se imprescindível as habilidades dos profissionais da estética”, explica.

Vantagens do cuidado com a aparência

A humanidade sempre buscou a ‘eternidade’. Como ela é inalcançável, criou-se a conservação do corpo. É o que explica a professora: “A valorização do corpo tem correlação direta com a automotivação, o que impulsiona o ser humano a agir com entusiasmo”.

Veja mais  Prestige Cosméticos traz fragrância Cartier Carat para o Brasil

Já no mundo contemporâneo, a boa aparência está relacionada ao sucesso profissional, pois as pessoas avaliam a expressão visual – seja ela das pessoas com as quais interagem ou dos espaços os quais frequentam. Por isso, o semblante e fisionomia são parte dos bens e serviços que o cliente adquire. “Um profissional com boa aparência cativa o cliente, torna a pessoa mais feliz e disposta a pagar o que lhe foi solicitado. Por meio da beleza, ele traz também uma sensação de segurança e bem-estar”, defende a professora.

Comments are closed here.