Mãe com Wi-Fi por Patricia Pavloski

Patricia Pavloski

Patricia Pavloski

Direto do front, com um saco de limões. Ora preparando uma limonada suíça com leite condensado e servindo na jarra de vidro, ora fazendo malabares sem muita maestria. No mais, apenas organizando/observando a fruteira. Nem tão centrada, nem tão maluca. Apenas a melhor que posso ser encontrando forças nas vulnerabilidades. Vivendo um looping eterno de medos bobos e coragens absurdas.

Tenho 35 anos, sou mãe do Pedro, da Marina e da Lua (nossa vira-lata caramelo). Esposa do Davi. Jornalista home office desde antes do apocalipse.

Até Breve

Fui ali parir e já volto   Para ler ouvindo: Ocitocina – Céu    Prestes a iniciar o nono mês da gestação de Marina, aproveito

MAMÃE CRINGE? Corta essa!

Para ler ouvindo: Cananéia, Iguape e Ilha Comprida – Emicida   Você sabe o que é cringe? Se não, isso já basta para que a

A vida é um corre

Se você puder correr, corra. Mas saber parar e admirar é uma dádiva. Para ler ouvindo: Opportunity – Pete Murray   Considerado um dos mais

Louca? Sempre a outra

Há luzes na maternidade, mas também muita escuridão.   Para ler ouvindo: “Sorrir e Cantar Como Bahia” – Os Novos Baianos   Na pluralidade materna