Positividade tóxica – Afina Menina

Positividade tóxica

Positividade tóxica

Hoje em dia, existe uma grande onda de busca pelo tal equilíbrio emocional, pregado nas redes sociais, de que devemos estar sempre bem.

Eu mesmo já caí nessa busca por anos e só me frustrei, apesar da boa intenção dessa fuga da infelicidade, vejo que existe uma positividade tóxica. Onde dizem que, independente da situação, devemos ver o Iado bom de tudo e manter a positividade.

Só que a vida real é feita de altos e baixos, e não precisamos nos pressionar para estar felizes o tempo todo, se não conhecemos a tristeza não saberíamos apreciar a alegria.

Nem tudo precisa ter um lado bom

Sou uma pessoa muito positiva, acredito que ter pensamentos alegres e ser feliz com as coisas simples me fazem ter uma vida mais plena. Tento olhar os acontecimentos pelo lado positivo e aprender com os erros. Mas cheguei à conclusão de que alguns dias e momentos não precisam ter um lado bom, às vezes o dia está ruim mesmo e não vou tirar nenhum proveito daquela situação.

Por exemplo, imagine que quebrou seu pé. Você pode olhar pelo lado bom que não aconteceu algo mais grave, mas ao invés de se pressionar e ficar sorrindo e dizendo o quanto é grato por quebrar o pé, também pode aceitar que isso é muito chato. Assumir que você vai ter que sofrer um pouco sem andar até seu pé se recuperar e que faz parte da vida ter dias ruins.

Veja mais  Belo pra quem?

E não estou falando sobre se acomodar ou ficar chateado com a vida, apenas aceitar que alguns dias estamos mais pra cima e outros mais pra baixo. Tirando essa pressão dos ombros, não precisamos mais nos cobrar pra estar felizes o tempo inteiro. Porque essa busca excessiva pela felicidade pode justamente nos levar à frustração de um estado de plenitude inalcançável.

A chave aqui é buscar ser produtivo e positivo, mas respeitar seus limites individuais. Tem dias que temos bons hábitos e produzimos por muitas horas, porém em alguns, nos sentimos sem disposição e criatividade. No meu caso, eu apenas aceito, concluo apenas atividades que são essenciais e depois vou ver um filme e dormir. Pois sei que essa pausa vai me dar mais energia para no próximo dia me dedicar mais aos meus objetivos.

Positividade x Inteligência Emocional

Algo que eu concordo muito dentro dessa busca pela positividade é a inteligência emocional. Essa sim é uma ferramenta poderosa para buscar uma vida mais feliz.

Veja mais  Conheça tratamentos de beleza para a região íntima do corpo

Ter inteligência emocional é saber reagir frente às situações da sua vida, tendo controle sobre suas emoções e sentimentos. Nem sempre vamos conseguir segurar nossas emoções, isso que nos torna humanos, porém podemos aprender a cada dia como nossa mente funciona. Quanto mais entendermos sobre nossas reações, sobre o que nos deixa irritados, mais controle temos para não tomar decisões sem pensar.

E tendo inteligência emocional, conseguimos aceitar que a vida às vezes é cruel e outras maravilhosa. Aceitando a tristeza e a felicidade, conseguimos atingir um nível maior de satisfação chamado: paz.

Conteúdo complementar

Se você gostou desse tema, recomendo a leitura de dois livros que me fizeram ter essas reflexões:

“A Sútil Arte de Ligar o Foda-se” de Mark Manson, que vai contra muitos dos conceitos sobre desenvolvimento pessoal, e que nos abre perspectivas sobre aceitar a vida como ela é.

“Prosperidade Harmônica” de James Arthur Rey, que fala sobre desistir de buscar equilíbrio e sim buscar harmonia em todos os pilares da vida.

Um abraço e até a próxima semana!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *